amor casa conselhos de amiga Gostei disso

A adoção do Bob, como tudo aconteceu!

Como adotar um animal

Quem me acompanha nas redes sociais viu que há poucos dias, mais precisamente no sábado dia 25/07 eu adotei um cachorrinho.

Minha infância sempre foi estar ao lado de bichinhos de estimação, muitas vezes meus pais compraram, outras vezes adotávamos, mas sempre tive.

Já tive todo tipo de bichinho de estimação, cachorro, gato, galinha, pintinho, passarinho, peixe, coelho, rato e por ai vai.

Em uma época da minha adolescência fui morar no interior e tive mais ou menos uns 5 cachorros em um único período, simplificando, sempre gostei de bichinhos e por mim, se tivesse condições, tiraria todos os que foram abandonados das ruas.

Mas enfim, no início do ano, em janeiro, perdi meu cachorro que já estava há 15 anos ao meu lado. Quando meus pais o compraram, ele era recém nascido e passou a vida toda do meu lado, até que por um tumor no pescoço teve que ser sacrificado! 🙁

Foi uma dor muito grande e logo em seguida também perdi minha gatinha que já vinha a muito tempo comigo também, (a Meg, mãe dos quatro gatinhos que tenho em casa) e prometi para mim mesma que não adotaria mais, pois o sofrimento de perdê-los é muito grande.

Mas na semana passada, conferindo as novidades do Facebook, vi a foto compartilhada de um projeto (Projeto amigos 4 patas – que recolhe animais das ruas e tenta arrumar novos lares para esses bichinhos abandonados), de um poodle que até então estava sendo chamado de Ari, pois havia sido encontrado em uma avenida muito conhecida aqui em São Paulo, a Avenida Aricanduva.

"Com muita preguiça de sair da cama" ^^
“Com muita preguiça de sair da cama” ^^

Lendo sobre a história de Ari, me bateu um amor tão grande por ele que fique desesperada para adotá-lo.

11708052_867834556622400_4823479540633521670_o
“Aqui ele ainda estava com a Karina, voluntária do projeto” 🙂

Não sabia se iria conseguir, nem se todos em casa iriam aceitar, afinal já temos 4 gatos, mas todos aceitaram e o Projeto Amigos 4 Patas me cedeu a adoção do Ari, que hoje é o meu Bob. 🙂

11745488_387698931429174_7146893924631333800_n
“Aqui já estava em casa, no primeiro dia, no colo do meu irmão” *—*

Conhecendo o trabalho do Projeto e vendo como eles se preocupam com os animais que lá estão, ainda procurando por um lar, resolvi contar um pouco sobre essa história.

O Projeto é muito sério e vem fazendo feiras constantes para  encontrar lares de verdade para cada bichinho.

Para a adoção é necessário passar por entrevistas até que se encontre uma família que realmente irá cuidar e dar todo amor para o bichinho, afinal muitas pessoas adotam por emoção e esquecem das responsabilidades que um cachorro ou qualquer outro animal traz para o nosso dia a dia, resultando como consequência no abandono dos bichinhos como se não tivessem sentimentos.

Hoje estou muito feliz por ter encontrado o Bob e mesmo já sendo um cãozinho mais velho, o meu amor por ele cresce à cada dia e não entendo porque alguém poderia se desfazer dele.

Mas percebo o quanto ele teve uma vida sofrida, só de olhar para a carinha dele é possível entender. Por isso entendo o processo de adoção que o  projeto faz para evitar que os animais fiquem com pessoas que ainda não estão preparadas para adotar.

Leia o artigo que saiu no jornal em abril sobre o projeto e como tudo funciona:

"Saiba mais sobre o projeto" :)
“Saiba mais sobre o projeto” 🙂

Mas o que importa agora é que ele vai ser amado como nunca antes e por isso quero finalizar esse post agradecendo imensamente o Projeto Amigos 4 Patas pelo lindo trabalho que fazem.

E aproveito para pedir a você que pode adotar um bichinho que confira a Fanpage do Projeto e busque por mais informações. Ainda existem muito bichinhos que esperam por um lar e vão com toda certeza encher o seu dia de mais amor e felicidade.

Hoje o projeto busca melhorar as instalações do abrigo onde os animais são levados quando tirados da rua e a sua ajuda em adotar um bichinho irá ajudar à todos… Seja você, o projeto e até mesmo o animalzinho, que diante da situação é o que mais precisa!

Se suas necessidades atuais não lhe permitem adotar, então por favor compartilhe o trabalho deles, que é tão bonito e responsável, e quem sabe pelo seu compartilhamento a vida de mais um cãozinho seja salva.

Confira a Fanpage do Projeto Amigos 4 Patas:

Agora no mês de Agosto/2015, terá um novo evento de doação, veja a imagem e acesse a Fanpage para saber mais.

11887985_861867627232322_2659947163167026036_n

Beijinhos e até a próxima! ♥

Andréia Verrone

27 anos, empresária, dedica suas horas vagas compartilhando dicas e cuidados para os cabelos e saúde, incentivando e ajudando garotas e mulheres a cuidarem ainda mais da sua beleza!

  • Celesta

    Parabéns pela sua atitude Andreia. Em novembro/2013, eu também adotei uma cachorrinha na feira de adoção do Projeto Amigos 4 Patas, seu nome é Rebeca. E isso só foi o início, porque eu que sempre me considerei uma pessoa “canina”, em Maio/2014, me apaixonei pelo Manolo, um gatinho cuja foto foi postada no Facebook pela protetora que havia resgatado a Rebeca. Só posso dizer que seu eu tinha qualquer restrição quanto a gatos, o Manolo conseguiu acabar com isso completamente. Mas não paramos por aí, porque em Abril/2015, eu, minha filha e a Rebeca estivemos novamente na feira de adoção dos Amigos 4 Patas e foi a vez da minha filha se apaixonar por uma gatinha, a Lily. Resultado: a família de 4 patas cresceu. Moro em apartamento e a Rebeca é uma cachorra bem grandinha, mas isso não me impediu de adotá-la, porque assim como foi com você, foi amor à primeira vista. Aliás todos os 3 foram amor à primeira vista. Amo demais essas minhas crianças e procuro fazer o melhor possível por eles. As adoções foram conscientes, pois sabemos que animais não são brinquedos que possam ser descartados quando se enjoa e que dão despesas, seja com alimentação, veterinário, medicamentos ou vacinas. Por isso peço às pessoas que se disponham a ter um animalzinho em casa é que tenham consciência disso e que não compre, adote. Existem milhares e milhares de cães e gatos nas ruas e em abrigos ou aos cuidados de protetoras independentes esperando essa chance de ter um lar amoroso. Em troca eles nos dão o mais puro e incondicional amor que poderíamos receber.

    • vaidosaaoextremo

      Nossa Celesta, que história! <3 Concordo plenamente com você, acredito que sempre tem espaço para mais um, se pudesse e tivesse mais espaço (morasse em casa por exemplo) teria muito mais bichinhos, mas em apartamento, mesmo espremendo todo mundo, acho que 5 animais já tá bom! rsrsrsr
      Fico muito triste que existam pessoas que são capazes de se desfazer de animais por qualquer que seja o suposto problema, mas se vemos até mães largando seus filhos por aí, imagine o que não fazem com animais!
      Mas assim como existe pessoas desumanas nesse mundo, ainda existe muitas pessoas boas e que tem consciência. Essa foi a intenção desse artigo, não só contar sobre mim e o Bob <3, mas também contar sobre o projeto, que é muito bom por sinal, e merece apoio.
      Obrigada pelo carinho, pela visita e pelo comentário!
      Você e sua família também fizeram muito e tenho certeza que assim como eu, são muito felizes! <3 Bjus :*

      • Celesta

        Concordo com você Andreia. Se eu morasse em uma casa também teria mais algumas crianças de 4 patas, mas iInfelizmente acabamos morando em apartamentos até por questões de segurança. Eu vivo falando para minha filha que a lotação do apartamento já está esgotada, mas ainda estou cogitando adotar mais um cãozinho para fazer companhia para a Rebeca, já que o Manolo agora tem uma amiguinha. Olhe as minhas crianças de 4 patas.

        • vaidosaaoextremo

          É verdade. Nossa que coisas mais lindas!!!!!!! *—-*
          Acho lindo gato cinza! E tinha uma gatinha igual o seu de olhos azuis! Bateu até uma saudade!!! 🙂
          Muita fofura em uma foto só! rsrsrs
          Eu procuraria um amiguinho para a rebeca! ^^
          Bjus linda <3

Andréia Verrone

A blogueira

28 anos, empresária, recém descoberta ondulada, dedica suas horas vagas compartilhando dicas e cuidados para os cabelos e saúde, incentivando e ajudando garotas e mulheres a cuidarem de si mesmas e descobrirem mais do que sua beleza!

Saiba mais

Acesse ou siga meu canal

Acompanhe no Face

Siga-me no Instagram